Quando o tarô aconselha

— Não quero namorado, eu disse-lhe no dia em que o tarô aconselhava abrir o coração.

Apenas registando,
registrando,
registando,
estou sequelado.

— Não quero mais ninguém.

Apenas registrando,
registando,
registrando,
estou sequelado.

— Antes de resgatar-me a mim, não quero… — digo-me, quando o tarô aconselha abrir o coração.

Fragmento de Carinho*

Implorar afeto
é difícil aceitar.
Mas é corajoso.
Pela tarde inteira, implorei
por um abraço singelo,
uma migalha de sentimento.
Meu olhar só suplicava
de carinho um fragmento
que dos anseios me salvasse.
À tarde, implorei
e, por fim, um sorriso
recebi.

* Escrito em parceria com Illa Ramos.